31/05/2021 13:21

Empregados reivindicam apoio da Caixa pela inclusão na lista de prioritários do PNI

undefined

 

 

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) enviou um ofício, na manhã desta sexta-feira (28), à presidência da Caixa para reivindicar que os executivos atuem junto ao governo federal, ao Congresso Nacional e ao Ministério da Saúde para assegurar a priorização dos bancários no Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19.

“A atividade bancária é considerada essencial desde o início da pandemia. Ou seja, este tempo todo a categoria bancária correu risco à saúde para atender toda a sociedade. Eles merecem ter essa prioridade. Os empregados da Caixa ainda sofrem mais, por serem os responsáveis pelo pagamento do auxílio emergencial e de outros benefícios sociais”, lembrou Fabiana Uehara Proscholdt, coordenadora da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) e secretária da Cultura da Contraf-CUT.

“Basta observar as longas filas quilométricas, com centenas de pessoas que são atendidas todos os dias pelos bancos. Na fila externa às agências já é um risco, quando entra nas agências, que muitas vezes são pequenas, esse risco aumenta”, apontou Odaly Medeiros, presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí e integrante da CEE/ Caixa.

A mobilização pela inclusão na lista de prioritários do PNI é de toda a categoria bancária e não é de hoje. Já houve mobilização digitalabaixo-assinadosolicitação ao Congresso e ao Ministério da Saúde, reivindicação em mesa de negociação com a Federação Nacional dos Bancários (Fenaban), pressão sobre os parlamentares e Dia Nacional de Luta, realizado na última quinta-feira (27). Na terça-feira (25), o novo presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, fez um aceno positivo em negociação, sobre a mesma reivindicação.

 

Fonte: Contrafcut

 

Compartilhe