12/06/19 08:37

Greve geral dia 14 de junho: Bancários goianos aderem à paralisação contra a reforma da previdência

Reunidos em assembleia nesta terça-feira, 11, no Clube Social da APCEF/GO, a categoria bancária goiana decidiu pela adesão a greve nacional convocada pelas centrais sindicais. A paralisação acontece no próximo dia 14 de junho (sexta-feira), contra as reformas previdenciária propostas pelo Governo Federal e que trazem enormes prejuízos aos trabalhadores.

         Em cumprimento à Lei de Greve o Sindicato dos Bancários de Goiás publicou no jornal Diário da Manhã comunicando a categoria e a sociedade sobre a assembleia para referendar à greve geral no dia 14 de junho de 2019 contra a proposta de Reforma da Previdência. 

          A mobilização terá início às 10h no coreto da Praça Cívica onde haverá a grande concentração coordenada pela UGT-Goiás e outras centrais sindicais. “Este é o momento importantíssimo em que precisamos dos trabalhadores protestando nas ruas. Vamos repudiar veementemente essas ações governamentais e deixar claro que não aceitaremos nenhum retrocesso.  A hora de lutar é agora, vamos para a rua!”, conclama Sergio Luiz da Costa, presidente do Sindicato dos Bancários de Goiás.

Compartilhe